quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

O Caçador de Almas

O Caçador de Almas é o terceiro livro de uma série em que Maggie O'Dell é a personagem principal. Maggie é uma agente especial do FBI, especialista em traçar o perfil psicológico de psicopatas. Ao longo dos livros vamos descobrindo coisas do passado e da personalidade de Maggie. A cada livro novos conflitos surgem e precisam ser resolvidos. Eu adoro romances policiais e Alex Kava entrou para minha lista de autores preferidos. Ela escreve de um jeito cativante, que nos deixa cada vez mais curiosos e ansiosos pelos desfechos de seus enigmas. É aquele tipo de livro que é impossível lermos só um capítulo. Kava se tornou uma revelação do suspense e já tem outros livros lançados em inglês. Entre eles outros com a agente O'Dell e alguns com outros personagens mas que seguem o mesmo gênero. Recomendo para quem gosta de livros como Sherlock Holmes, onde mistérios impossíveis aos nossos olhos são desvendados. Mas é claro que agora tudo ocorre com ajuda de aparelhos de alta tecnologia. Os livros que precedem O Caçador de Almas são: Pecados Mortais e Fração de Segundo. E também recomendo que leiam na sequência, para entender melhor cada detalhe da história. Apesar de ser um dos melhores livros que eu li no último ano, não tenho muito o que falar. Mas leiam, é ótimo. Só tenham cuidado as pessoas de estômago fraco, pois são várias as cenas de cadáveres mutilados.



Essa semana minha amiga Anna veio aqui em casa e como sempre a gente assistiu vários filmes de terror. Mas os três foram bem fraquinhos. Dois deles eram A Caverna (neste podemos ver Daniel Dae Kim, o Jin de Lost) e O Abismo do Medo. Os dois tinham praticamente a mesma história: pessoas que se adaptaram às cavernas e se alimentam de humanos entre outras coisas. Com poucas diferenças na história geral, não recomendo nenhum dos dois. O primeiro os monstros pareciam o Alien (apesar de eu nunca ter visto o filme) e no segundo me lembraram o Smeagol de Senhor dos Anéis. Já o terceiro filme se chama A Passagem. Com ótimos atores e um roteiro diferente, mas que não deu certo. O filme deu tantas voltas que no final eu não entendi nada. Se alguém assistiu e entendeu, por favor me explique.
Quando a Anna ainda estava aqui, eu vi um trecho de Titan que estava passando na sessão da tarde. Pra variar, eu já tinha visto aquele filme e já fazia algum tempo. Mas só então que eu percebi uma coisa: o personagem principal (Cale) é idêntico ao de Anastasia (Dimitri). A única diferença é a cor do cabelo. Pesquisando um pouco eu vi que a direção, o estúdio e a produção dos dois filmes são os mesmos. Mas eles podiam ter prestado um pouco mais de atenção neste detalhe né? Fica uma imagem para comprovar a semelhança.



Bjos e desligo.

2 comentários:

nni disse...

Fiquei interessada em ler esses livros. Apesar do meu estômago fraco, acho que eu consigo aguentar.

Não sou muito chegada em filmes de terror mas eu assistiria um pedacinho de 'A caverna' para ver como estava o Daniel Dae Kim :P

E nossa! Realmente os desenhos são parecidíssimos. Foi uma bela falta de atenção mesmo...

Sobre seu comentário no meu blog, ainda não vi 'O grande truque'. Logo depois de ver 'O ilusionista', minha tia que estava comigo também recomendou esse filme, disse que eu vou gostar. Talvez alugue durante o carnaval, que vai me dar muito tempo livre...

Beijos

Niseloka disse...

nossa fiqui muito afim de ler esse livro e achei interessante a comparação do personagem dimitri de anastacia com o outro realmente eles são iguais só muda a cor do cabelo.