domingo, 20 de janeiro de 2008

Lost

Há dois anos minha tia chegou lá em casa com a primeira temporada de uma série que estava dando o que falar nos EUA e aqui no Brasil. Foi quando eu fui apresentada para Lost. Apesar de gostar bastante de séries, eu não acompanho muitas porque não tenho TV a cabo aqui em casa. Assisti o primeiro episódio meio desconfiada daquela história de avião que tinha caído e tudo mais. Mas quando vi, eu tinha passado o final de semana inteiro em casa com a minha mãe (que também se transformou em uma fã) vendo a primeira temporada. Minha tia iria embora na segunda e eu precisava saber o final. É claro que não fiquei sabendo final nenhum, que álias não sei até hoje, duas temporadas depois. Mas foi aí que Lost se tornou minha série favorita, e como outros milhares de fãs eu comecei a ficar ansiosa por um temporada nova, em busca de novas respostas às milhares de perguntas deixadas pela série. Bom, a história inicial da série creio que todos saibam como é. Mas ao longo das três temporadas já lançadas, ela foi se desenvolvendo de um modo que só nos deixou mais curiosos ainda. Um ano depois da primeira, assisti a segunda temporada. E agora nessas férias, finalmente, a terceira.
E é justamente sobre essa temporada que eu vou falar. Mas sem muitos detalhes para não estragar a surpresa de quem ainda não viu. A terceira temporada se tornou minha preferida, que antes era a primeira. Apesar de tudo o que aconteceu no decorrer dos episódios, Locke e Desmond continuam sendo meus preferidos. Eu sei que muitos não concordam, principalmente com o Locke, mas eu tenho meus motivos que talvez eu explique em outra ocasião. Como nas outras temporadas, personagens novos surgem, e outros morrem. Mas nesta o número foi bem menor. Outra característica desta temporada é que apesar de mais um final que te deixa com um ponto de interrogação na cabeça, muitas coisas foram respondidas. Creio que todos que assistiram perceberam esse ponto. Muitos dizem que é porque a série já está se encaminhando para um final. E infelizmente eu tenho que concordar. Pelo que tudo indica, a quarta temporada será a última, há não ser que exista uma incrível mudança na história. Por mim, Lost seria tipo Friends, com umas dez temporadas. Voltando à terceira temporada. Para vocês verem como muita coisa foi esclarecida, um dos episódios conta parte da história do misterioso Benjamin. Quem conhece Lost sabe como é, ao mesmo tempo que responde várias perguntas, surgem muitas outras. Mas é isso que faz da série o que é. Agora resta a nós, fãs desesperados, esperar a quarta temporada que estréia dia 31 de Janeiro nos EUA. Agora, chegar aqui e em DVD, já é outra história. Para quem nunca viu, veja. Não vão se arrepender. E agora só vou torcer para que a quarta não seja a última temporada da série.


Bjos e desligo.

2 comentários:

Gil Grunwald disse...

a série tem mais duas temporadas confirmadas ;)

Raven disse...

Locke rules! Adoro aquele sujeito!
Saudades do Desmond my brother, hehehehe!
LOST é excelente!